6/recent/ticker-posts

Telescópio detecta possíveis sinais de vida em planeta distante

 2 de outubro de 2023

Cientistas da NASA podem ter encontrado possíveis evidências de vida em um planeta distante, o K2-18 b. A descoberta foi feita pelo Telescópio Espacial James Webb, que foi lançado em 2021 e é o mais poderoso telescópio já construído.

O K2-18 b é um exoplaneta, ou seja, um planeta que orbita uma estrela que não é o Sol. Ele está localizado a cerca de 110 anos-luz da Terra, na constelação de Libra. O planeta é do tamanho de Netuno e orbita sua estrela a uma distância que permite que a água líquida exista em sua superfície.


Os cientistas usaram o Telescópio Espacial James Webb para analisar a luz que passa pela atmosfera do K2-18 b. Eles identificaram a presença de uma molécula chamada sulfeto de dimetila (DMS). Na Terra, o DMS é produzido por organismos vivos, como algas e bactérias.


A descoberta do DMS no K2-18 b é um forte indício de que o planeta pode ser habitável. No entanto, é importante ressaltar que a presença de DMS não é uma prova definitiva de vida. O DMS também pode ser produzido por processos não-biológicos, como a atividade vulcânica.


Os cientistas ainda precisam coletar mais dados para confirmar a presença de vida no K2-18 b. Eles planejam usar o Telescópio Espacial James Webb para observar o planeta em comprimentos de onda diferentes. Isso permitirá que eles identifiquem outras moléculas que possam ser produzidas por organismos vivos.


A descoberta do DMS no K2-18 b é um marco importante na busca por vida extraterrestre. Ela mostra que o Telescópio Espacial James Webb é capaz de detectar bioassinaturas, ou seja, sinais de vida, em exoplanetas.


Implicações da descoberta

A descoberta do DMS no K2-18 b tem implicações significativas para a nossa compreensão do Universo. Ela mostra que a vida pode existir em planetas que orbitam estrelas semelhantes ao Sol. Isso sugere que a vida pode ser muito mais comum do que se pensava anteriormente.


A descoberta também abre novas possibilidades para a exploração espacial. Se a vida for confirmada no K2-18 b, ele se tornará um alvo atraente para futuras missões de exploração.


Próximos passos

Os cientistas planejam continuar observando o K2-18 b usando o Telescópio Espacial James Webb. Eles também estão procurando outros exoplanetas que possam ser habitáveis.


A descoberta do DMS no K2-18 b é um passo importante na busca por vida extraterrestre. Ela nos aproxima um pouco mais de responder à pergunta: estamos sozinhos no Universo?

Postar um comentário

0 Comentários